SOMOS TODOS NÓS
Notícias
Terça-feira, 07 de Abril de 2020, 11h:52

Estado confirma antecipação de salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas para esta quarta-feira (8)

Os salários do mês de março aos servidores públicos estaduais ativos, inativos e pensionistas estarão disponíveis nas contas nesta quarta-feira (08.04).  Essa antecipação foi possível pelo esforço dos servidores da Secretaria de Fazenda, mesmo trabalhando em sistema de rodízio ou em teletrabalho. 

A ação conseguiu antecipar em dois dias o processamento e envio das ordens de pagamento ao Banco do Brasil. O pagamento está sendo feito com um dia de antecipação, conforme o calendário estabelecido pelo Governo do Estado em janeiro.

“Nossa equipe técnica fez um esforço muito grande, mesmo diante das dificuldade do momento e conseguimos fechar a folha e antes do prazo previsto. Continuaremos trabalhando com afinco para honrar nosso compromisso com a população, servidores e fornecedores" afirmou o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

A soma total da folha de pagamento do mês de março é de R$ 470.639.755. Desse montante, R$ 280.799.997 são para os servidores ativos e R$ 189.839.758 para inativos e pensionistas. O número de servidores em todas as faixas chega a 104.746.

Tanto para quem tem conta no Banco do Brasil, como aqueles que fizeram portabilidade à outras instituições, o dinheiro estará disponível nesta quarta-feira. Em Cuiabá, onde se concentra grande parte do funcionalismo, as agências bancárias estarão fechadas por causa do feriado em comemoração ao aniversário de fundação da capital mato-grossense, mas o pagamento será disponibilizado nas contas

“As agências bancárias estarão fechadas, mas a movimentação poderá ser feita via aplicativo ou caixas eletrônicos”, informou a secretária adjunta do Tesouro Estadual, Luciana Rosa.

 

 
Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.