SOMOS TODOS NÓS
Notícias
Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019, 11h:43

Assembleia Geral Extraordinária rejeita proposta da Mesa Diretora que não beneficia todos os servidores

Assembleia Geral Extraordinária rejeita proposta da Mesa Diretora que não beneficia todos os servidores   O Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (SINDAL) acatou a decisão unânime da Assembleia Geral Extraordinária, realizada ontem (24), que aprovou a manutenção da proposta inicial da categoria, que reivindica o aumento de R$ 300,00 a titulo de auxilio alimentação, que atualmente é de R$ 950,00. A Assembleia Geral aprovou ainda, a implantação do auxilio saúde no valor de R$ 500,00 para atender todos os servidores, inclusive, aposentados e pensionistas.

A Assembleia Geral rejeitou a contraproposta da Mesa Diretora do Legislativo, que apresentou o valor de 200,00 para o pagamento do auxilio alimentação e nenhum benefício para os aposentados. O presidente do SINDAL, Jovanildo Antônio da Silva, já encaminhou ofício para o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM) e demais deputados do Colégio de Líderes, para reiterar a decisão da categoria dos servidores em conformidade com a deliberação da Assembleia Geral Extraordinária. “Vamos nos reunir com a Mesa Diretora para debatermos a decisão da Assembleia Geral Extraordinária que não aceitou a proposta da Mesa Diretora por entender que a categoria deve ser atendida em sua plenitude”, disse Jovanildo.

Além disso, Jovanildo Antônio Silva, também encaminhou ofício para a vice–presidente, Janaína Riva (MDB), líder do bloco Resistencia Democrática, o líder do bloco Assembleia Forte, Dilmar Dal Bosco (DEM), Drº Eugênio (PSB) e líder do bloco Parlamentar Unidos na Assembleia Legislativa e Wilson Santos (PSDB) que é líder do bloco Independente.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.